terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Carta de um avô para sua neta

Quando eu estudei ciências no colégio aprendi que o ciclo básico da vida: "você nasce, cresce, reproduz e morre." Mas seria simplório dizer que a vida se resume a isso. No ínterim entre esses momentos tanta coisa acontece, tantos sentimentos passam...

Durante meus primeiros dias de férias não viajei e aproveitei para colocar a "casa" em ordem, no sentido literal e figurativo da palavra. Comecei pegando minha caixa com velhas cartas. Quando ainda não existia internet no Brasil, o meio mais econômico para manter contato com meus amigos que ficaram no Rio ou para ampliar minha coleção de cartões postais com pessoas de todo o mundo era pelas cartas. Enviei e recebi muitas cartas. Sempre gostei muito de escrever, mas a facilidade da internet tirou esse hábito de mim que vivo horas do meu dia plugada no computador.

Com 6 meses no colinho do vovô

Nessas arrumações encontrei uma carta do meu avô Domingos, meu avô querido, hoje com 87 anos e debilitado pela saúde da sua idade avançada. Baiano de nascimento, carioca de coração, meu avô ainda veio moço para o Rio, onde conheceu minha avó e acabou fincando as raízes: 3 filhos, 4 netos e 2 bisnetos. Vendia sapatos no comércio carioca e sua alegria era nos presentear com novos calçados nos aniversários e Natal. Um avô amoroso que trazia também doces e gibis. Sempre me chama de "minha neta querida". Eu colecionava cartas e cartões postais, meu avô colecionava selos.

Qual a relação entre as cartas e meu avô? Encontrei uma cartinha de 1994 enviada por ele. Fazia pouco mais de um ano que nós havíamos nos mudado para São Paulo. Hoje já são quase 18 anos morando aqui e às vezes parece que foi ontem.

Desde o Natal viemos passando muita apreensão com a saúde de meu avô. Somente essa semana pudemos respirar um pouco mais aliviados e sua saúde está mais estável. Agradeço a todos os amigos que enviaram boa energia para que ele ficasse bem.


Minha querida neta Tatiana,

Recebi com alegria sua carta em que trazia a sua foto de formatura que me encheu de orgulho pelo o que você tem feito. Peço a Deus que continue assim. Seus avós terão sempre e sempre mais motivos que nos deixam felizes pelo seu futuro. Parabéns.

Quero deixar aqui as minhas lembranças para mamãe, para o Jorge, não esquecendo da Márcia, e a você meus beijos e abraços.

Dos seus avós,
Domingos e Nilza

Aguardo breve a sua volta, não demore.

­
Postar um comentário