segunda-feira, 20 de dezembro de 2004

Dormindo com o inimigo

Não sei o que as pessoas acham de fazer as outras de bobo, ou pelo menos pensam que elas são bobas e burras.

Não sei porque me pego surpresa, me sentindo em parte "traída" por alguém que eu confio (aliás, confiava né). As pessoas perdem nossa confiança por muito pouco, mas tão pouco...

Uma pena que nos tempos de hoje as palavras não significam nada porque o que é dito pra você num dia, no outro não tem mais validade. Quase tudo você precisa documentar, escrever, pedir pra alguém tomar conhecimento ou assinar para que você tenha a garantia que se algo der errado, você tem como provar sua inocência.
Postar um comentário