quinta-feira, 23 de dezembro de 2004

Nascimento do Vinícius

Hoje pela manhã recebo um email do Antonio (S&P) dizendo que a Cí (Criança) dera à luz o Vinícius nesta madrugada com apenas 6 meses. Na hora, fiquei atônita, preocupada achando que algo de ruim tivesse acontecido pra ele ter vindo assim tão cedo. Graças a Deus liguei pra ela, que estava bem (a voz tava boa) e disse que o neném também estava bem.

Pequeno Vinícius, antes mesmo de você ser concebido já era muito desejado pela sua mãe e por seu pai. Na verdade, sua mãe e eu achávamos que ia você ia se chamar Clara. Hehehehe... Todas as simpatias indicava que viria a Clara, mas você foi danado, "enganou" os sentidos da mama "criança". Posso dizer que acompanhei boa parte da alegria de seus pais da sua vinda.

Na verdade, sinto muito, por um lado, não ter estado talvez no momento + importante pra sua mãe, talvez quando ela mais precisou dos amigos por perto dela, pra dar força pra você que decidiu sair correndo da barriguinha dela já indicando que será um bom corredor como seu pai. Hehehehe... Sua mãe é uma guerreira, te desejou muito e, com certeza, você será guerreiro como ela e vai tirar de letra esse pequeno sustinho que nos deu. Seja forte, menino!! Faça por ela tudo o que ela fez por você, pra ter você aqui agora ao nosso lado, por ter seguido em frente nas suas convicções e sentimentos, por ter enfrentado alguns preconceitos próprios e de outros pra viver aquilo que seu coração queria que ela vivesse.

Sua mãe é uma das pessoas mais importantes que passaram em minha vida, nos meus únicos 24 anos de vida. Sua mãe é a irmã que não tive, a amiga companheira, carinhosa, preocupada... Uma quase mãe também!!!

Cí, se puder me perdoar, me perdoe. Nunca quis seu mal, pelo contrário e vc sabe disso. Amo você como a irmã que não tive e sua amizade me faz muita falta. Não foi fácil ter-me afastado de ti, mas acho que foi importante pra mim e pra ti também. Achei que, em parte, minhas posições sobre algumas coisas não estavam te ajudando e você precisava find your way by yourself. Você fez sua escolha e eu tinha que respeitar isso, apesar de em muito não concordar. E pra não te chatear, te magoar ou deixá-la mais confusa, preferi me afastar. Porém fisicamente... No coração e na mente você esteve presente todo esse tempo.

Não se preocupe comigo porque eu estou bem, muitas coisas vêm acontecendo de outubro pra cá... Muitas coisas legais pra te contar!!! Quem sabe quando o Vinicius já estiver em casa, sua vida estiver mais tranquila a gente possa combinar de tomar um chá juntas e falar das coisas boas da vida.

TE AMO, MINHA AMIGA IRMÃ!!!
Postar um comentário