terça-feira, 30 de novembro de 2004

Hoje eu não tô legal

Eu estava vindo numa fase super boa, achando que tava superando a fase depressiva, mas hoje tudo está voltando...

Sei lá, desde sábado não tô legal, um sentimento estranho... Aquela sensação de rejeição, de solidão... De estar sozinha, completamente sozinha no mundo, ou melhor, como se eu estivesse numa ilha deserta como Tom Hanks no filme Náufrago.

Agora são 23:30 e estou no escritório. Sim, estou trabalhando desde 8:30 da manhã até agora e a previsão que não saia daqui na próxima 1 hora. Essa situação me faz pensar em muitas coisas, na vida que levo, me afastando dos meus amigos, da minha família, dos meus hobbies... tudo pelo trabalho!! Será que vale mesmo a pena? Por que faço isso??? Talvez seja o vazio de chegar em casa e não ter com quem conversar, de uma companhia...

É, acho que ainda não consegui superar minha solidão e a falta de um companheiro. Sei que não posso reclamar porque tenho grandes amigos, pessoas que me querem muito bem e que posso contar com eles a qualquer hora do dia ou da noite. Mas faz falta, sabe...

No domingo aconteceu algo muito legal: reencontrei meu amigo Régis depois de uns 6 anos sem a gente se encontrar. Perdemos contato e o Orkut nos reaproximou. Começamos a conversar pelo MSN e numa atitude totalmente impulsiva e porra louca, apesar do temporal caindo, decidimos nos encontrar naquele dia mesmo. Como o Rê tava sem carro, fui até sua casa e fomos tentar achar um restaurante japonês aberto, mas nem conseguimos, então fomos pra Ignacio Officina da Pizza. O calzone continua maravilhoso!!! Que delícia foi aquele papo... As horas voaram!!! Chegamos lá umas 21hs e cheguei em casa era 1:30 da manhã. Hehehehe.... Muito show!!!

Ontem nos encontramos de novo e então fomos comer comida japonesa. Animal o restaurante que o Rê me levou. Se chama Hiro e comi um monte de coisa que até então nunca tinha experimentado. Comemos muito!! Hehehehe.... Que o diga a conta depois! Hahahaha...

Apesar desse lance legal de ter reencontrado o Régis e de ele me colocar sempre pra cima, hoje eu não tô legal. Sei lá, o dia começou meio cinzento, as coisas estranhas... O trabalho difícil... Já me estressei com alguns colegas, mas também na atual conjuntura de stress o que menos dá pra aguentar é picuinha de gente que se acha superior. Aí pra piorar ainda tem um outro que tem muita coisa pra fazer, que tá muito ocupado, mas os outros não têm trabalho pra fazer não né?! Ah, saí falando um monte na reunião. O engraçado é que dá 17:30 o indivíduo passa seu cartão de ponto e eu tô aqui trampando às 23:45... É foda!!

Eu preciso dar um rumo na minha vida, resolver as pendências que carrego comigo e que hoje me fazem mal, preciso voltar a ser aquela Tatiana que eu não reconheço quando olho no espelho.

Tati tá precisando de cuidados, tá precisando fechar as feridas que insistem em abrir no seu coração... Acredite em você, Tati, você pode, você consegue! Você já conseguiu tantas coisas em tão pouco tempo de vida, você é uma vitoriosa. Acredite!!!!
Postar um comentário