segunda-feira, 31 de maio de 2010

Quando perdemos um amigo...

Paulo foi um amigo querido. Também foi namorado, acho que em 1995. Estudamos juntos na 8ª série e 1º colegial no Cristo Rei. Mesmo quando o namoro terminou a amizade permaneceu, muito respeito e carinho, tanto que até hoje não havia esquecido essa pessoa que cruzou meu destino, como tantas outras que perdemos contatos, às vezes reencontramos, às vezes não.

As redes sociais ajudam a reencontrar pessoas que perdemos contato. Robertson era amigo do Paulo, morava no prédio dele. Eu namorava Paulo; Robertson, a Renata, amiga do colégio também. Obviamente que depois do famoso "Tudo bem contigo?", a segunda pergunta foi "Ainda tem algum contato com o Paulo?". No dia 20/março ele me respondeu, porém praticamente não acesso mais meu Hotmail. Por algum motivo, hoje 31/05, lembrei que tinha esse e-mail e resolvi acessar para fazer uma limpeza e lá encontro a resposta do Robertson.

Deixou mulher e 3 filhas aos 29 anos de idade!! Estou chocada! Como a vida às vezes nos prega peças e toma rumos tão diferentes...

Até notícia na Folha saiu na época do acidente.
Postar um comentário